sexta-feira, 16 de outubro de 2009

torta fria de caramelo com castanhas ....

Adoro o outono ... a cidade está ficando linda, toda colorida ... Mas juntamente com o outono chegou o frio .... frio, frio, frio..... Já entrei na reta final da gravidez .... a barriga está pesada, muita falta de ar e preciso ter consciência de que estou gravidíssima, enorme e de que não posso mais abusar como antes. Parece que uma pulguinha fica me cutucando o dia todo para fazer tudo que fazia antes de ter esse barrigão: subir em cadeiras, ficar em pé o dia todo, cozinhar feito louca, limpar, abaixar, pular .... definitivamente preciso tomar um chá de sossego. Nessa etapa final o repouso vale ouro ..... e em breve estarei com minha pequena bailarina nos braços. Falando nela .... a lindoca continua dançando, aprendeu novos passos e seu horário preferido para fazer suas demonstrações de ballet é durante a noite .... já está profissional. Estou adorando estar grávida, ter esse barrigão do qual com certeza sentirei saudades. Tão mágico .... Confesso que ainda tenho meus desejos .... raramente, mas tenho. Na semana passada a vontade foi de torta de caramelo. Na verdade eu queria torta quente de caramelo mas achei tão demoradinha a receita que acabei optando por essa versão fria mesmo. Confesso que prefiro a versão quentinha .... Para quem gosta de torta bem doce esta é uma excelente opção .... E vamos à receitoca ....
torta fria de caramelo com castanhas
receita: livro Ricardo
rendimento: 8 à 10 porções .. depende dos gulosos
medida xícara: 250 ml
medida colher chá: 5 ml
medida colher sopa: 15 ml

massa (pâte sablée)
- 1 1/4 de xícara de farinha de trigo
- 1/4 de xícara de açúcar
- 1/2 colher (chá) de fermento em pó
- 1/4 colher (chá) de sal
- 1/4 de xícara de manteiga sem sal, cortadinha em cubinhos
- 1 ovo, levemente batido
- 2 colheres (sopa) de água fria

No robot misture a farinha, o açúcar, o fermento em pó e o sal. Adicione a manetiga e misture até obter textura de areia. Acrescente o ovo e a água. Misturar bem. Retire a massa do robot e com a ponta dos dedos abra a massa numa forma de 23 cm de diâmetro (fundo removível) e 3 cm de altura. Forre o fundo e a lateral da forma. Usei uma forma mais baixa, com 2 cm de altura. Com a sobra da massa fiz uma mini torta. Asse em forno pré-aquecido à 180°C durante aproximadamente 25 minutinhos ou até que a massa esteja douradinha. Deixe esfriar.
obs: como não tenho um robot grande, optei por preparar a massa na batedeira planetária, usando o gancho para massas. Deu certinho.

recheio
- 1/4 de xícara de água
- 1 1/2 de xícara de açúcar
- 1 xícara de creme de leite 35%, quente
- 2 colheres (sopa) de manteiga
- 1 pitadinha de sal
- 2 1/4 de xícara de castanhas diversas, inteiras e levemente grelhadas no forno (usei uma mistura de pecã, nozes, pinoli e castanha de cajú)

Numa panela, misture o açúcar e a água, e deixar ferver. Deixe no fogo médio, sem mexer, até obter uma mistura de coloração dourada, como um caramelo. Retire a panela do fogo e adicione aos poucos o creme de leite quente. Atenção pois espirra. Voltar a panela para o fogo e mexer até obter uma mistura homogênea. Pode deixar ferver. Retire do fogo e incorpore a manteiga, a pitada de sal e as castanhas. Deixe esfriar 30 minutinhos. Coloque o recheio frio na massa já assada e leve à geladeira. A torta fica firme depois de passar algumas horas na geladeira. Servir bem fria ....

15 comentários:

Isabela Tibo disse...

Tem que preparar logo esse chá de sossego então, rsrsrs. Acho que teria o mesmo problema que você, ia me dar vontade de fazer de tudo...
Estou adorando acompanhar virtualmente sua gravidez!
Beijos e ótimo fim de semana!

Clau disse...

Oi Fá, menina aproveita esse tempo pra descansar, oia oia nada de subir em cadeiras!

Fá o que posso dizer dessa torta fria?? Tudo que vc faz é maravilho, vc sim tem mãos de fada!

Ah! O Pedro tb fica o dia todo quietinho e de noite pula, mexe, remexe... uma loucura, é tudo de mais maravilhoso!

Um beijo da mamãe e Pepê

roberta disse...

fazinhaaaa do ceu ,eu amo esse sabor ,caramelo soa como magiga nos meus ouvidos ,realmente deve ser muito delicosa vou guardar pra quando receber visitas pois assim comeremos com muita moderacao ,rsrsrs.
lindinha ,sua pequena bailarina logo se apresentara ao mundo ,fico feliz por vc ,mais toma bem rapindinho esse chazinho ta e fica quetinha aproveiveitando esse friozinho gostoso de outono,aqui esta tudo lindamente colorido ,alias acho um charme esse outono,estou abusando de sopinhas com aboboras ,muito oden( conhece?)e na reta final da minha hortinha esperando agora somente pelo alho poro.
bjim
fica com deus

Pauli disse...

Sua bailarina deve ter adorado essa sobremesa.
Deve ficar bom até se fizer só o caramelo, sem a massinha.
Bjos

conceicao disse...

A tarte deve ser uma delícia.
Neste fase da gravidez deve repousar bastante, o descanso vale ouro. Aproveite agora que quando a bebé nascer não há tempo para nada(falo por mim).
Um bj e felicidades

ameixa seca disse...

Fabrícia, podes sempre repetir a experiência do barrigão ;)
Passou depressa, né?
Essa torta deve ser boa para fogar as mágoas e os desejos mesmo. Bem docinha :)

samya disse...

Oi Fabricia, tudo bem? Ja faz tempinho que acompanho o teu blog e adoro tuas receitas e as frases do maravilhoso Mia Couto que voce coloca num post ou outro.
Bom, passei aqui para dizer que fico de longe acompanhando o teu blog e te mandando toda a energia positiva para as tuas ultimas semanas de gravidez. Boa sorte, e aproveite muito a barriga, abraços

Sil Bertonha disse...

Essa torta deve ser maravilhosa!!!! Vou fazê-la! Aproveite prá descansar um pouco antes da sua bailarina chegar...depois ela vai dar um pouco de trabalho prá você!!!! Mas é um trabalho muito gostoso, não é? Beijos. Silvana.

Sil Bertonha disse...

Recebi um selinho e estou repassando prá você...passe no meu blog para pega-lo!!!

Mari disse...

Fá querida, a sua bailarina logo logo chega, não é? Ai, que delícia... o meu pequenino ainda demora um bocado, é só para março do ano que vem... minha barriga ainda não está aparecendo muito (estou de 20 semanas), e eu louquinha para vê-la bem grandona também.... risos.
Mas, mesmo na metade da gravidez, vejo que também já não consigo ter a agilidade de antes de engravidar... é dose, né? risos... mas além de passar rapidinho, ganhamos o maior presente das nossas vidas... :)
Essa torta, by the way, parece magnífica... adoro caramelo e castanhas... a mistura de ambos fica uma perfeição só!
Grande beijo,

Mari

Simone Izumi disse...

Fazoquíssima, imagino que o mohamed também nao se aguenta de emoção...reta final, omg...vem,vem, lili!!!!
amei essa torta de caramelos...é preciso estar grávida para ter desejos?:D
bjocas
si

Liliane de Paula disse...

A "bailarina" já tem nome? Não cometa excessos por conta da gravidez e lembre-se que, qdo que a "bailarina" chegar o trabalho vai triplicar. Mas vale a pena. Tudo vale a pena, Fabricia.
Liliane

Mamãe Orgulhosa!!! disse...

Humm...delícia essa etapa final, na real estar grávida é mágico e especial...depois é melhor ainda, com um bebê que dorme praticamente o dia inteiro, e acorda louco pra mamar...hehehe

Mas aproveita pra descansar bastante, quando é o primeiro filho se tem esse direito :)

Um excelente parto!
Beijos
Carol

Natércia disse...

Fabricia Parabéns para ti e o teu bebé!!!a receita está maravilhosa...beijinho.

Carol disse...

Imagino o barrigão!!!
Hahaha e os passos novos da bailarina profissional!!!
Adorei a receita, bjos!