quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

macarron + sorte de marinheiro de primeira viagem ....

Levado pelas inúmeras tentativas frustradas de alguns amigos em preparar macarron o marido resolveu tentar a sorte e me levou para a cozinha. Tarde de inverno, aquela baita preguiça e lá fomos nós tentar fazer macarron ... Sempre tive um pouco de receio, jurava que nao daria certo .... Sempre existe uma primeira vez ... e se nao der certo é só tentar de novo ora bolas carambolas ... Mas nao é que deu certo .... pois entao .... assim né .... nao ficou lindo maravilhoso .. ficou meio grande, feioso e tal. Mas juro que ficou miam, miam .... Usamos a receita de um livro que adoro: "Mon cours de cuisine. La pâtisserie", da Marianne Magnieur-Moreno. As receitas desse livro sempre dao certo .... e o melhor é que agora foi traduzido para o português. A receita é imensa mas nao se deixe intimidar ... isso nunca ... eheheh. Apesar de longa é bem fácil de fazer. O segredo é seguir a receita exatamente como descrita ... tem que ser bem certinho mesmo. Na segunda vez que fiz nao deu tao certo pois estava com pressa e nao respeitei muito as etapas ... Por isso, quando fizer macarron, siga as instruçoes e medidas da receita e se dedique 100% ... só você e o macarron .... nada de telefone, campainha, dog, passarinho, baby ....

macarron de chocolate

rendimento: 10 macarrons


- 45 g de farinha de amêndoa


- 80 g de açúcar de confeiteiro


-10 g de cacao em pó de boa qualidade


- 1 clara de ovo


- 10 g de açúcar


- 2 gotas de corante alimentício vermelho


1- Forrar uma placa para biscoitos (ou assadeira mesmo) com uma folha de papel manteiga e reservar. No robot culinário (ou liquidificador como euzinha), coloque a farinha de amêndoas, o açúcar de confeiteiro e o cacao em pó e bata até obter uma mistura de textura fina. Para evitar que a mistura fique colante, pare de bater de vez em quando e mexa com uma espátula.

2- Peneire a mistura numa peneira de malha fina (a minha era médio ... ). Reserve.

3- Bata as claras em neve com a ajuda da sua fiel batedeira. Quando as claras começarem a virar um merengue de molengo para duro, acrescente o açúcar. Sei que nao é muito evidente esse ponto do merengue mas nao é tao complicado ... ele começa a ficar no ponto mas ainda nao está duro. Depois que acrescentou o açúcar, bata até obter um merengue bem firme.

4- Acrescente o corante gota por gota e misture delicadamente com uma espátula para obter uma cor uniforme.

5- Vá adicionando aos poucos a mistura seca sobre o merengue e incorporr delicadamente com uma espátula.

6- Trabalhe delicadamente até obter uma mistura bem homogênea.

7- Coloque a mistura num saco de confeiteiro com bico liso (aquele redondinho sem desenho algum) e forme pequenos macarrons bem espaçados na placa para biscoitos. Tem que render 20 casquinhas de macarron. Bater a placa em cima do balcao para eliminar as bolhas de ar. Pré-aquecer o forno à 160 graus C.

8- Deixar as casquinhas descansarem no ambiente mais quente da sua casa. Como aqui é inverno deixei perto do aquecedor. Esse processo de deixar descansar o macarron é para formar uma casquinha que nao cole no dedo quando tocada. Pode levar de 20 minutos até algumas horas se o ambiente estiver muito húmido. Se depois de 20 minutos você tocar no macarron e ele nao colar no dedo significa que está pronto para ir ao forno. Se grudar deixe mais tempo. Nesse caso nao precisa deixar o forno ligado tanto tempo .... Esse processo é fundamental para o sucesso do macarron ....

9- Depois que formou a famosa casquinha leve ao forno durante 11 minutinhos se os macarrons forem pequenos ou 15 minutos se forem grandinhos. No meu forno levou exatamente 13 minutos ... Recomendo colocar os macarrons 6 minutos, verificar e virar a placa. Depois vá colocando de 2 em 2 minutos e verifique. Isso na primeira vez para que acerte o tempo de forno. Cada forno com sua "personalidade" ... entao só cabe à você acertar o tempo ...

10- Esperar os macarrons esfriarem para retirar da placa.

11- Coloque um pouco de ganache no centro de uma casquinha de macarron (lado reto, nao o gordinho ...) e feche com outra casquinha pressionando levemente para que a ganache se espalhe por toda superfície do macarron.

12- Se delicie .... saboreie ... se sinta orgulhosa do seu macarron ... afinal de contas nao é todos os dias que se faz macarron em casa .... Acredito que se conserva alguns dias quando bem guardadinho ... Aqui em casa durou alguns minutos .... Até a Elissa quando chegou da escolinha nao resistiu .. comeu 1 inteirinho.

A Ganache

Preparamos uma ganache de chocolate como sugeriu a receita. Caso prefira outro sabor sinta-se à vontade para criar: maracujá, caramelo flor de sal, framboesa .... e afins ....

A quantidade que vou passar dá para rechear os 10 macarrons e ainda sobra um pouco para você comer de colherada ... A receita é super simples e deliciosa ...

Para 100g de ganache:

- 50g de pastilhas de chocolate 52% de cacao (se for em barra é só picar ..)

- 15g de creme de leite fresco

-50g de leite integral

1- Numa panela, ferva o creme de leite com o leite.

2- Fora do fogo, acrescente o chocolate e misture bem até que o chocolate derreta por completo.

3- Volte tudo para o fogo e cozinhe durante 2 minutos depois que ferve mexendo sempre com uma espátula.

4- Coloque num recipiente, cubra com filme plástico e leve à geladeira até esfriar.

4 comentários:

ameixa seca disse...

Nem me atrevo a fazer porque o meu forno não é regulável. Prefiro esperar pelos amigos que me trazem alguns de França :) Os teus ficaram fantásticos!

Ana Carolina disse...

Vou ver se arrisco, amamos macarron, mas parece difícil de fazer. saudades, soeur

Camille disse...

Nossa, voce tocou no meu ponto fraco: macarrons. Nao sou muito fã do sabor para ser sincera. Amém, pelo menos umm doce nao faço questao. Mas sabe aqueles cursos que fiz no Ritz e pedi a voce dicas das livrarias e tal? Pois um deles era de macarron. O Chef é o tudo de bom nesse mundo e agora nao estou com o nome dele na ponta da lingua para dizer- os macarrons dele ficaram fofinhos e uma delicia( aqueles eu gostei). Fizemos chocolate, baunilha e baunilha com recheio de creme de limão. Os feitos com a maravilhosa colaboraçao do chef que mostrou o ponto e disse que sem aquele ponto nao era macarron era biscoito, tudo certo. Depois fiz uma nova aula de macarron, com um chef igualmente frances que mora aqui. Receita totalmente diferente( os dois disseram que existe a receita francesa e a italiana e os dois estava fazendo a francesa,se nao me engano, com merengue suiço o 1 e o merengue comum o 2) , consistencia diferente, etc. Ok, tudo lindo. Fui fazer minha primeira e unica tentativa em casa( carreguei na mao dos colorantes que comprei de todas as cores na mesma rua da sua indicaçao: Montmatre). FIcaram muito ruins, gosto, consistencia principalemnte( meiopuxa, como suspiro solado)e a cores, uma insanidade. Dava para colorir uma piscina.Sabe quando azul bebê vira azul turquesa? Desisti de tentar novamente. Estou acreditando que pegar a consistencia seja a coisa mais dificil. E fiz na maquina prifissional e tal , o que o professor 1 fez na mao e era uma bateçao de 10 minutos e o 2 era so uma mexidinha...
Vou tentar sua receita. Quem sabe eu dou sorte. Voce acerta de primeira, por que é uma senhora Chef de primeirissima. Ja comuns mortais como eu... vamos tentar!!!!! Beijos e obrigada pela receita!!
Cam

biscoitos de polvilho disse...

Ficou ótimo mesmo, parabéns!