terça-feira, 15 de abril de 2008

canjica ......

Faz um tempinho que postei uma foto de canjica por aqui mas nada de receitoca. Na Páscoa, fiz canjica especialmente para a Gui. Na casa dela é tradição comer canjica nesta época do ano. Como até então não havia encontrado canjica em Montreal, fiz com grãos que trouxe do Brasil.
A canjica faz parte do cardápio das famosas e tradicionais Festas Juninas.....aliás o milho impera nesta época de junho. Mais informações aqui.
Nas minhas andanças em busca de novos ingredientes, acabei me deparando com grãos de canjica vietnamitas. Acho que era a única coisa tipicamente brasileira que não havia encontrado por aqui. Agora que encontrei, ninguém me segura.....e dá-lhe canjica.
Fiz uma receitinha bem básica.....a mesma que preparo há mais de 10 anos.
receitoca:
Deixei 150g de grãos de canjica de molho de um dia para o outro. No dia seguinte, coloquei os grãos numa panela de pressão, cobri com água passando 5 dedos e cozinhei por 20 minutinhos. Após passados os 20 minutos, escorri os grãos e reservei. Numa panela, coloquei os grãos de canjica e cobri com leite passando 6 dedos. Coloquei ½ xícara de açúcar (não gosto muito doce), um pau de canela e 1/2 xícara de amendoin sem casca, torrado no forno e triturado no liquidificador. Também coloco alguns amendoins inteiros para dar um toque a mais. Deixei cozinhando em fogo baixo por aproximadamente 30 minutos, até o caldo engrossar. Os grãos devem estar bem molinhos. No final do cozimento, acrescentei ½ xícara de coco ralado. Se for necessário, acrescente mais leite.
Em algumas versões da receita, podemos substituir o açúcar por leite condensado e o coco por leite de coco. Fica à gosto do cliente.....o importante é agradar a clientela. Servi bem quentinha.....deu até saudades de uma boa festa junina. Pula a fogueira Iaiá, pula a fogueira Ioiô...........
obs: Canjica em Montreal: encontramos canjica em Montreal num mercadinho próximo ao Marché Jean Talon. Para quem vai de metrô em direçao ao Marché Jean Talon: ele fica a 2 quadras antes do Marché ..... Os graos de canjica sao vietnamitas ......

28 comentários:

Susana disse...

Olá minha querida passo todo os dias por cá e supreemdo-me sempre,
as tuas receitokas,as fotokas,as historokas, adoro!!!!!
BEIJINHOS GRANDES

Marizé disse...

Esse doce deixou.me com apetites.
Adorei as tigelas, lindas!

Bjs

Laurinha disse...

Que linda tigelinha!!!
A cajica deve ter ficado boa demais!
Beijinhos,

Ana disse...

Hum que coisa gostosa.
Da próxima vez que fizer, experimente deixar para colocar o açúcar bem no finalzinho, pois os grãos ficarão menos rijos, logo mais macios. (segredo testado e aprovado de mãe...no arroz doce e no sagu também,viu?)
Ah, e aqui no Brasil (com s, porque também é seu país né), no NOrte e Nordeste onde a canjica de milho chama-se munguzá, eles costumam colocar uma pitadinha de sal.
Tri gostoso....
Beijos, iihhhhhhhhhh falei demais.

Myllana disse...

Ai que saudade...tanto tempo que não como!!! Adoro com canela em pó por cima :)

Beijinho

Receitas da Filipa disse...

Que vontade que me deu de comer um pouquinho dessa canjica... Com uma pitada de canela em pó por cima, humm...
Lindas tigelinhas!

beijinhos

Vera disse...

Naõ vejo a hora de dar uma esfriada pra eu fazer uma canjica!
Esta sua está com uma cara ótima!!!!
Bjo

Luciana Macêdo disse...

Não dá para espera as Festas Juninas para preparar esta delícia não é mesmo?
Láno sítio que o clima é mais fresco,faço sempre. É sucesso garantido.
Bjs!

Bete disse...

Bom Dia!
Acabei de chegar da minha aula de Tai chi chuan e uma cajica dessa agora quentinha ia cair muito bem.
Beijokas pra ti e tenha um bom dia.

Odete disse...

Essa canjica ficou boa hein!
Por aqui compro onde se vende produtos brasileiros, mas agora com seu achado, vou prestar atencao quando for a mercados asiaticos.
bjs

Gourmandise disse...

Só como em junho, nas festas juninas...estranho! Mas acho que se morasse fora sentiria mais vontade de comer!
bjo,
Nina.

Aline Neme disse...

Hummm... senti o cheirinho daqui!!!!

Só de pensar que falta pouqinho pas as festas juninas, onde a canjica reina absoluto, já me fez ganhar o dia!!!

Bjundas

Eliana Scaramal disse...

Canjica é outra coisa que me faz lembrar da casa do meu pai, eu adoro, com canela é mesmo uma delícia! Está tão bonita a sua!

cozinha da drica disse...

Ah Fabricia daqui à pouco as festinha juninas chegam, por aqui e são muito boas mesmo!!! Canjica é uma delícia e a sua parece daquelas bem cremosas...Bjks

risonha disse...

tenho em casa um pacote para canjica, mas os meus grão são mais amarelinhos...
será que dá para fazer esta receita com eles?

Lú! disse...

Fá!!!
Eu sou loooouca por canjica, minha mãe faz uma, que é uma delííícia!
É só chegar o friozinho que minha mãe faz um montão, e dá um pouco pra cada filho...hihihi.
Nada melhor pra uma noite gelada!
Adorei o post!
Bjos meus e do Tó!
:)

Marcia disse...

Fa, tua louça é linda, as fotos são o máximo, e canjica é uma das minhas grandes paixões... Bjs

Larissa disse...

AMO canjica! Minha mãe faz uma que é uma beleza! Às vezes ela coloca um poquinho de amendoim moído... Divino! :D

laila disse...

humm q saudades q fiquei!!!

amei!!!

e parabens pelo post no comer é um barato..ficou otimo!bjs

Elaine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elaine disse...

Essa minha vizinha é demais.... sempre fazendo as coisas pra mim... que privilégio o meu. Fá, estava simplesmente MARAVILHOSA... me fez lembrar muito da minha maezinha. Obrigada amiga!
Bjs.
Gui

nieves disse...

Es la primera vez que oigo hablar de la canjica. No la conocía, pero ahora con toda la información que acompañan a tus recetas, estaré atenta por si la encuentro. De todos modos, veo que la receta es parecida al arroz con leche ¿verdad?. Se ve deliciosa, y ese cuenquito donde presentas tu canjica, es precioso, así como la fotografía. ¡Eres una artista!

Un beso.

Cláudia disse...

Tá super linda esta canjica, a a tigelina está uma graça. Adorei, mas como é ao gosto do freguês, para mim sem amendoim e côco, gosto dela purinha com leite e canela, no máximo leite condensado.

Fabrícia, a foto da aranha eu tirei na lagoa da Unicamp, tava garimpando umas flores e achei esta maravilha contra o sol. A teia ficou prateada. Fiquei até com medo dela ser perigosa, mas deixei ela lá. Tem sua função!

bjs

anna disse...

É giro como andar por aqui nos faz conhecer coisas novas e longinquas...
Beijos.

Sylvia disse...

Nao coo canjica a muitos anos. Adorei a foto esta super apetitosa e me deu vontade. Mas agora vai demorar um pouco. 8(

Cris disse...

Adoro Fabricia, com amendoim então, nem me fale, sou capaz de comer sem parar!

Agdah disse...

Engraçadas essas diferenças regionais, no nordeste, canjica é o que vcs lá do sul chamam de curau. Esse, de milho branco, para nós é mugunzá/mungunzá.

Bia Belliard disse...

Que saudade de vir aqui e ver tanta coisa boa e bonita ! Entao vc encontrou canjica, ah entao vou procurar aqui, tem que ter na epicerie asiatique, adoro isto ! beijinhos