sexta-feira, 11 de abril de 2008

la mafia se met a table ......

Fazia tempo que estava à procura deste livro......na semana passada, o maridoco me fez uma bela surpresa e me deu essa maravilha de presente. Mais um mimo.....ahahah....estou ficando mal acostumada. O livro é incrível pois não se trata somente de receitas mas também de muita história. Aborda alguns jantares de mafiosos renomados e temidos na Itália. É incrível como comiam bem e escolhiam com classe seu menus. Uma bela viagem bela gastronomia siciliana, de 1860 até 1972. O livro traz 10 menus, escolhidos cuidadosamente pelos autores do livro. Em breve colocarei em prática algumas das receitas espetaculares que o livro traz.
Para terem uma idéia da maravilha do livro, o primeiro menu minuciosamente relatado, foi o Banquet de Messina, em 1860. Esse banquet foi oferecido à Garibaldi e seus oficiais, pelos seus tios mafiosos.
Comecei a ler hoje e não consigo parar mais........

“Acreditando ter oferecido a Sicília à Victor-Emmanuel, rei de Piémonte, Garibaldi acaba de dar um presente à seus tios da Mafia. Gratos, os chefes da família oferecem ao “Liberador” um banquete que ficou para sempre no seu estômago.” (trecho do livro “La mafia se met a table”, Kermoal, J. e Bartolomei, M.)

O menu do jantar oferecido à Garibaldi e seus oficiais
(tradução livre do livro “La mafia se met a table”)

Presunto defumado de la Conca d’Oro
Espadon “agghiotta”
Merluche à moda de Messina
Poulardes recheadas com trufas à l’étouffée
Pernil de cervo com l’eau-de-vie de pêssego d’Agrigente
Cordeiro assado no azeite extra-viegem
Couve-flor, alcachofra e salsão pochés
Queijo de cabra
Crèmes
Sorvetes
Pièces montées
Pignolata
Maçãs recheadas com açúcar e canela

Livro: “La mafia se met a table”, de Kermoal, J. e Bartolomei, M.

8 comentários:

Receitas da Filipa disse...

Que maridico romântico que presenteia assim a mulher de vez em quando...
Esse livro parece ser muito bom mesmo, mal posso esperar para ver as receitas.

Beijinhos e bom fim de semana

Migas disse...

É bem verdade que alguns negócios se fazem à mesa. Mas todos os negócios: os mafiosos e os nem tanto. Lol
Normalmente aprendem-se umas dicas interessantes sobre vinhos ou locais bons para ir, nesse jantares, geralmente frequentados por "bons pratos"! O meu primeiro chefe, em Portugal, tinha muito bom gosto em matéria de comidinha e bebida! Ai se tinha! Lol Mas não era mafioso como os do livro, não senhora! :o)

Fico a aguardar as receitinhas! :o)

Beijinhos

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

O teu maridoco é com o meu maridão adora nos supreênder.Obrigada por partilhares.Passa no meu cantinho tenho um miminho para ti...beijinho carinhoso

Carol disse...

Esse MAridusco vale ouro!! Você e seus livros divinos, assim vai virar uma especialista no assunto heim!! Beijão Fa.

Luciana disse...

Que banquete hein... máfia requintada. Que legal teu mimo, vou ficar aguardando tuas experiências...
Bjos, Lú.

laila disse...

compartilhamos da paixao pela formula perfeita livro+historia+receitas...


fiquei curiossima por um desses, vou pocurar poor aqui!bjs

Mel L. Ramos Bryar disse...

Fabrícia...nossa quero este livro...sou apaixonada por história e culinária e este aí parece ser surpreendente!!Será que tem tradução no Português ou inglês??? O marido é bem legal, não é?? Meu marido tb sempre me surpeende com livros culinários...é tão gostoso!!!Não vejo a hora de suas postagens para provar as receitas! Beijos

Vera disse...

Não conhecia este livro...deve ser bem interessante...vou acompanhar suas receitas.
bjo