terça-feira, 13 de maio de 2008

pão enrolado da mamãe ....

Esse pão me faz lembrar minha infância, o aroma da fazenda, da casa da mamãe...... lembranças, muitas lembranças. Também me faz recordar os anos que moramos em Goiás e que a mamãe levava esse pãozinho no asilo........passávamos a tarde com nossos avôs adotivos, comendo o "calzone" da mamãe..... muito fofos. Uma época deliciosa......A mamãe chama esse pão de "calzone" e eu de "Pão do asilo" ...... ela é uma rainha na cozinha e tudo que faz é muito saboroso...muitas saudades. O recheio fica à gosto do cliente. Fiz dois pães de carne moída e um de palmito. O de palmito fica para um próximo post...... Uma delícia e super fácil de preparar......adoro.

Pão-calzone do asilo da mamãe
- 2 colheres (sopa) de fermento instantâneo (fermento seco)
- 2 colheres (sopa) de açúcar
- 2 copos de leite morno (copo americano)
- 3/4 copo de óleo
- 2 colheres (sopa) de manteiga
- 2 ovos inteiros
- sal à gosto (coloquei 1 colher de sobremesa)
- farinha de trigo até dar o ponto para abrir no rolo. Vou adicionando a farinha aos pouco até obter a massa desejada.

Num grande recipiente, misturar o fermento com o açúcar. Acrescentar o leite morno e misturar bem. Em seguida adicionar o restante dos ingredientese e acrescentar farinha aos poucos, até o ponto de uma massa para abrir no rolo. Ela não gruda nas mãos. Dividir a massa em 3 partes iguais e deixar descansar durante 20 minutos.

Quando passados os 20 minutos, abrir a massa. Espalhar bastante queijo ou passar requeijão na massa. Como não tenho requeijão por aqui coloquei queijo ralado. Espalhar o recheio e fechar o pão. Dobrar as beiradas e depois enrolar. Passar ovo para ficar coradinho. Levar ao forno pré-aquecido à 180°C até ficar bem assadinho. O meu ficou pronto em 20 minutinhos.

Recheio de carne:
Refoguei meia cebola no azeite e adicionei 500 g de carne moída. Acrescentei sal, pimenta-do-reino e tabel karouia. Deixei a carne esfriar bem pois se colocarmos quente na massa ela fica mole. Depois de fria, acrescentei um pouco de azeitona sem caroço e 4 tomates sem semente cortados em cubo.

35 comentários:

disse...

Nossa, faz tempos que minha mãe não faz isso por aqui... o.Ô

*não q eu seja fã, prefiro com queijo... xD*

Saudades Fà...

=**

Vivian disse...

hum, deve ter ficado fabuloso!!! To morrendo de saudades de cozinhar, nao vejo a hora de por as maos em minhas panelas novamente rs
bjos

Justino Pénacova aka Menino Bonito disse...

Hummm... que aspecto maravilhoso :o)!!!!
Vou experimentar :p!!!

Tks

Filipa disse...

Fabrícia que lembranças boas traz esse pão... O aspecto dele é lindo e as fotos estão super tentadoras...

Beijinhos

Laurinha disse...

Que coisa.... o pão minha mãe não fazia, mas preparava um assim:
Comprava uma bengala (filão?) grande, tipo pão francês, tirava uma tampa, retirava um pouco de miolo e recheava com carne moída, recolocava a tampa e forno. Aiai, ficava ótimo... lembrou-me o fato!

Este seu deve ter ficado excelente, vejo o craquelado do pão... delicioso!

Beijinhos,

Marizé disse...

Fabricia obrigada por ter partilhado este tesouro cheio de lembranças boas.
Eu adoro pães recheados e este vai para o caderninho quando fizer vou lembrar-me de ti e das boas recordações.

Bj

Aline Neme disse...

Hummmmm... Adorei!!!!

Preciso desse pão enrolado!!! Quero djá!!!!


bjundas

Ana disse...

Desafio qualquer um que disser se existe receita de mãe que não seja o máximo.

Vou te mandar por email, uma receita de requeijão que vcs vão gostar muito. Já mandei pra Agdah e faço sempre em casa.

Um beijo de uma "mamãe".Acho muito carinhoso quando vc fala sobre a sua.

Patricia Scarpin disse...

Esse recheio de carne faria o meu marido pirar, Fabrícia. :)
Que lindo o teu pão, menina!

edinha disse...

Gostei muito deste pão enrolado
Beijinhos

fátima disse...

hmmmm... tô morrendo de vontade de comer esse pão...
o fermento é o biológico seco?
e como eu faço p/ copiar uma receita sua, só digitando mesmo?

bjs

Paula disse...

Fáaaaaaa que delíciaaa!!!!
Meu Deus, vou ter que apelar pra sogritcha... não sei se aguento até junho... hahahaha
beijos

Flavinha disse...

Hummm!!! Deve ser mesmo uma delícia! Para vc deve ser melhor ainda porque tem sabor de infância....
òtimo para lanchar no fim do dia, vou anotar a receita e fazer em breve!
beijos, estava com muitas saudades de passar por aqui!

Cris disse...

Ah que delícia... ah ela levava no asilo por isso ela deu esse nome a ele... Mas para mim tem mais cara de pão da creche, porque a criançada adora e a gente também né... :-)

Eduardo Luz disse...

Fabrícia, a minha avó Fiorina ( uma italianona de primeira) também fazia um pão parecido com esse !
E o livro do post abaixo tem cara de ser uma beleza !

Luciana Macêdo disse...

Amiga parce que combinamo né? Gostei do recheio que usou, vou guardar a sugestão.
Vocês fizeram muitos avózinhos felizes...lanche e carinho.
Bjs!

Lú! disse...

Mãe, é Mãe né?!
Incomparáveis!!!!
hihihi
Esse deve estar divino...
Ah Fá adorei o comentário lá no blog....vc sim, é uma RAINHA...
Bjinhos no coração...
:)

Simone Izumi disse...

Que lindo, Fabrícia! Tanto o texto como o seu pãozinho do asilo! A minha mãe também fazia um pão parecido e me bateu uma vontade saudosista de comê-lo...rs.
Vou tentar fazer em breve!!!
Bitocas,
si

Eliana Scaramal disse...

Fabrícia querida vc morou em Goiás?! É por isso que me encantei contigo, risos. Olha esse pão é uma verdadeira maravilha e vai ser meu jantar de amanhã. Quero te agradecer pela receita do jiló e vou fazer sim, eu estou sumidinha pois computador por aqui só depois de amanhã, aí volto a ativa.

Carol disse...

FÁ, QUE DELÍCIA DE PÃOZINHO!! AGORA, ME DIGA OQUE É ESTE LIQUIDO LILÁS AO LADO QUE ACHEI A COR DEMAIS!! BEIJÃO

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

que delicia de pão e realmente os sabores da infancia é tudo de bom....beijinho carinhoso

*-._.-* Anita *-._.-* disse...

É a primeira vez que passo por aqui e me encantei com seu blog, delicado, de bom gosto e receitas saborosas... Parabéns!

Adorei este pão, está tentador...

bjssssss

Cláudia disse...

Uma delícia esse pão, Fabrícia, só me diga quanto põe de farinha aproximadamente, essa coisa de dar ponto a olho não é comigo. Fora isso, receita anotada!


bjs

Migas disse...

Essas fotos estão pecaminosas demais! A massa parece tão estaladiça!!! :o)

beijos

Bia Belliard disse...

adorei este pao ! de dar agua na boca, ainda mais receita de mae !! bejs

Emília disse...

Ficou lindo, a casquinha crocante com uma cor maravilhosa! Receita guardada! Bjos

Marcia disse...

As receitas da sua mãe são boas demais, Fa! É engraçado como a comida desperta boas lembranças... O pão está maravilhoso! Bjs

Leila disse...

adorei o pao fabricia, já esta salvo.
beijinhos

BetiCris disse...

Que pãozinho lindo!As fotos ajudam a realçar esta delicia. O recheio deve fica uma maravilha dentro do pão.
beijinhos

Flávia J. F. Solís disse...

Adoro pão enrolado! Hummm, que vontade!

laila disse...

o pão esta divinal...mas oq é a bebida rosa???fiquei mortinha de curiosidade!!!bjs

Vera disse...

Uau Fabrícia, super delicioso!!!!
Divino!!!!
Bjo

Fabi disse...

Adoro comidinhas com gosto de saudade... Esta dica é o máximo. Imagina com calabresa!! Vou experimentar! Beijos!

nieves disse...

ohohohoh impresionante.

Besos.

iliane disse...

amei..que lindo amiga.!!!imagino como a sua mãe deve fazer bem!!!..que pão divino..vou fazer com certeza..beijo grande.li